Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://localhost:80/jspui/handle/123456789/708
Título: ENXAGUANTES BUCAIS CONTENDO ÓLEO E EXTRATO DE Cinnamomum zeylanicum (CANELA): DESENVOLVIMENTO, CONTROLE DE QUALIDADE FISICO- QUÍMICO E AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIBACTERIANA
Autor(es): Alves, Larissa Chagas Cardoso
Palavras-chave: Antissépticos Bucais;Cinnamomum zeylanicum;Cáries Dentárias;Antimicrobianos Naturais
Data do documento: 28-Out-2021
Editor: Fundação Educacional de Lavras
Resumo: Óleos voláteis e extratos obtidos a partir de galhos e cascas de canela tem (acento) revelado um potencial antimicrobiano efetivo, sendo utilizado na preparação de fórmulas caseiras de antissépticos bucais; no entanto, há carência de estudos que enfoquem a análise antibacteriana in vitro e, principalmente, análise de formulações contendo este fitoterápico. Objetivo: desenvolver enxaguantes bucais contendo óleo e/ou extrato de Cinnamomum zeylanicum (canela) visando, futuramente, utilizá-los na prevenção da cárie. Metodologia: Foram preparados extratos alcoólico, hidroalcoólico e aquoso a 30%, usando a casca da canela. O óleo essencial foi extraído por hidrodestilação e amostras também foram adquiridas no comércio local. Os extratos brutos, óleos e suas diluições foram testados frente a Streptococcus mutans (ATCC25175), pelo método de difusão em ágar BHI. Como controle positivo e negativo foram usados, respectivamente, clorexidina 0,12% e os diluentes usados para obtenção/diluição dos extratos e óleo. Após determinação da concentração inibitória mínima (CIM), foram preparados enxaguantes nas concentrações ativas; óleo extraído 1% (F1), 0,1% (F2), 0,01% (F3), 0,001% (4) e óleo comprado 0,01 (F5) e 0,001 (F6); que foram avaliados quanto a atividade antibacteriana e qualidade macroscópica e físico-química. As formulações 7 (isenta de óleo e extrato) e 8 (clorexidina a 0,12%) foram usadas como controle negativo e positivo, respectivamente. Resultados: As formulações apresentaram-se estáveis, não houve separação de fases, entretanto apenas as Formulação 1 (óleo 1%) e 8 (controle positivo) foram ativas frente a cepa testada. Logo, foram preparadas novas formulações com óleo extraído 1% (F9); óleo extraído 1% + 5 ml de extrato hidroalcóolico (F10); óleo comprado 1% (F11) e óleo comprado 1% + 5ml de extrato (F12) para testar possível efeito sinérgico. Elas permaneceram estáveis e sem separação de fases, contudo, não apresentaram resultados sobre a cepa da bactéria. Conclusão: O óleo essencial de canela apresenta atividade antibacteriana sobre Streptococcus mutans, sendo potencial candidato para prevenção de cárie; entretanto, apenas o enxaguante com óleo extraído a 1% apresentou atividade sobre a cepa testada.
abstract: Essential oils and extracts obtained from branches and cinnamon bark have revealed an effective antimicrobial potential, being used in the preparation of homemade formulas of mouthwashes; however, there is a lack of studies that focus on in vitro antibacterial analysis and, mainly, on the analysis of formulations containing this herbal medicine. Objective: to develop mouthwashes containing oil and/or extract of Cinnamomum zeylanicum (cinnamon) with a view to using them in the future to prevent caries. Methodology: 30% alcoholic, hydroalcoholic and aqueous extracts were prepared using cinnamon bark. The essential oil was extracted by hydrodistillation and samples were also purchased from the local market. Crude extracts, oils and their dilutions were tested against Streptococcus mutans (ATCC25175), by the BHI agar diffusion method. As positive and negative controls, 0.12% chlorhexidine and the diluents used to obtain/dilution of extracts and oil were used, respectively. After determining the minimum inhibitory concentration (MIC), rinses were prepared at active concentrations; extracted oil 1% (F1), 0.1% (F2), 0.01% (F3), 0.001% (4) and purchased oil 0.01 (F5) and 0.001 (F6); which were evaluated for antibacterial activity and macroscopic and physicochemical quality. Formulations 7 (free of oil and extract) and 8 (0.12% chlorhexidine) were used as negative and positive controls, respectively. Results: The formulations were stable, there was no phase separation, however only Formulations 1 (1% oil) and 8 (positive control) were active against the strain tested. Therefore, new formulations were prepared with 1% extracted oil (F9); 1% extracted oil + 5 ml of hydroalcoholic extract (F10); 1% purchased oil (F11) and 1% purchased oil + 5ml of extract (F12) to test for possible synergistic effect. They remained stable and without phase separation, however, they did not show results on the bacterial strain. Conclusion: Cinnamon essential oil has antibacterial activity on Streptococcus mutans, being a potential candidate for caries prevention; however, only the rinse with 1% oil extracted showed activity on the strain tested.
URI: http://localhost:80/jspui/handle/123456789/708
Aparece nas coleções:TCC- Odontologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC Larissa Chagas Cardoso Alves703.27 kBUnknownVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.