Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://localhost:80/jspui/handle/123456789/878
Título: DIREITOS HUMANOS, GÊNERO E PRÁXIS: RUMO A UMA EDUCAÇÃO DECOLONIAL
Autor(es): Sousa, Marcelle Regina de Assis
Primeiro Orientador: Paródia, Mariane Silva
Palavras-chave: Decolonial;Direitos HUmanos;Educação;Colonialidade
Data do documento: 3-Mai-2022
Editor: Unilavras
Resumo: O trabalho é desenvolvido sob a ótica decolonial. Partindo dessa premissa, os Direitos Humanos e os movimentos feministas simbolizam, ao longo rupturas e infiltrações à hegemonia europeia. Observa-se na contemporaneidade, uma dicotomia entre o que está formalmente posto como Direitos Humanos, portanto fundamentais, e a violência sistêmica cotidianamente vivenciada pelo gênero. Posto isso, pretende-se discutir tal paradoxo a partir da abordagem interseccional, objetivando tecer reflexões em face à possíveis ressignificações dos direitos humanos e seu papel na construção de uma educação de gênero capaz de libertar e transformar a realidade das mulheres brasileiras. Objetivos: objetivo geral consiste na realização de um estudo ampliado sobre o papel dos Direitos Humanos na formação de uma educação voltada para o gênero no Brasil. Para tanto, o recorte teórico se estabelecerá sob a perspectiva Decolonial utilizando a metodologia a revisão bibliográfica, a fim de adentrar teoricamente nas discussões contemporâneas sobre o tema. Metodologia: A pesquisa é do tipo bibliográfico, se caracteriza por uma investigação detalhada a partir de materiais já elaborados por autores (as) do campo, como livros, obras e artigos físicos ou eletrônicos que estejam em conformidade com o problema e os objetivos a serem explicitados. Equitativamente, oportuniza com que o(a) pesquisador(a) formate interpretações bem como argumentos com a finalidade de trazer contribuições para o tema (GARCIA, 2016). Conclusão: Construir o saber a partir das resistências femininas das mais variadas formas de ser mulher figura como uma sublime maneira de descolonizar a educação opressora colonial brasileira. Nesse sentido, os direitos humanos possuem papel fulcral na desconstrução da cultura colonial opressora pois viabiliza a voz da diversidade feminina nos espaços sociais. A intersecção educação e direitos humanos contribui para a emancipação do gênero e cria o conhecimento não colonial capaz de potencializar o verdadeiro progresso social e legislativo.
URI: http://localhost:80/jspui/handle/123456789/878
Aparece nas coleções:TCC-Direito

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC Marcelle Regina de Assis.pdf244.29 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.