Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://localhost:80/jspui/handle/123456789/464
Título: AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DO ANABOLIZANTE NO DESMAME DA VENTILAÇÃO MECÂNICA INVASIVA DE PACIENTES SUJEITOS À TERAPIA INTENSIVA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DE LITERATURA
Autor(es): Maranha, Jéssica Maria Carvalho
Primeiro Orientador: Grazielle Caroline da silva
Palavras-chave: Ventilação Mecânica Invasiva;Extubação;Anabolizante;Fisioterapia
Data do documento: 26-Jun-2020
Editor: Fundação Educacional de Lavras
Resumo: A ventilação mecânica (VM) é uma terapia de suporte que assegura a troca gasosa pulmonar em pacientes que são incapazes de manter ventilação alveolar satisfatória. No entanto, a permanência de indivíduos em VM invasiva (VMI) pode provocar fraqueza da musculatura respiratória. Nesse contexto, muitos intensivistas fazem o uso da terapia com anabolizantes com intuito de proteger o paciente em uso de VMI da perda de força e de massa muscular respiratória e dessa forma facilitar o processo de desmame do suporte ventilatório, reduzindo o tempo em VMI. Objetivos: Verificar por meio de uma revisão sistemática se o tratamento com anabolizantes em indivíduos em uso de VMI apresenta manutenção da força da musculatura respiratória, e melhora dos desfechos como tempo em VMI, dias de internação em UTI, dias de internação hospitalar e na mortalidade. Além disso, verificar se a combinação entre terapia com anabolizante e o fisioterapêutico é mais eficiente do que as terapias isoladamente. Método: Os estudos foram incluídos se atenderam aos seguintes critérios: ensaios clínicos randomizados (1), adultos maiores de 18 anos (2), ambos os sexos (3), em VMI (4), uso de terapia anabolizante durante VMI (5), artigos em inglês, português ou espanhol (6) e estudos publicados até 2019 (7). Dois pesquisadores realizaram as buscas dos artigos de forma independente nas seguintes bases de dados eletrônicas: Medline, Lilacs, PEDro, Scielo, Scopus, Pubmed, Google Acadêmico e Web of Science, bem como pelo rastreamento de citações. A qualidade metodológica dos estudos que cumpriram os critérios de inclusão foi avaliada conforme a escala PEDro. Resultados: Foram encontrados inicialmente 34 artigos, destes foram excluídos 32, 6 revisões da literatura, 1 trabalho de conclusão de curso, 1 estudo de caso, 5 estudos com animais e 18 por não relacionarem com os objetivos ao verificar o título e resumo. Foram incluídos e analisados 2 artigos com pacientes em VMI e em uso de esteroides. Os achados sugeriram que o uso de esteroides durante VMI não foi capaz de reduzir os dias em VMI, não modificou os dias de internação em UTI e nem hospitalar, e não foi capaz de reduzir a mortalidade. Não foi descrito parâmetros de manutenção da força dos músculos respiratórios. Além disso, não foi demonstrado o tratamento fisioterapêutico em nenhum dos trabalhos adicionados a esta revisão, e dessa forma não foi possível realizar a comparação entre a terapia anabolizante e fisioterapêutica. Conclusão: Os resultados deste estudo sugere não haver evidência científica para a adoção de anabolizantes em pacientes em VMI, com intuito de reduzir o tempo em VMI, os dias de internação em UTI ou hospital e a mortalidade. Não foi possível identificar a eficácia dos anabolizantes quanto à melhora na força da musculatura respiratória por falta de 13 descrição destes parâmetros nos estudos. Assim, existe a necessidade de estudos adicionais de alta qualidade visto o pequeno número de artigos encontrados, antes que quaisquer conclusões definitivas possam ser alcançadas.
abstract: Mechanical ventilation (MV) is a supportive therapy that ensures pulmonary gas exchange in patients who are unable to maintain satisfactory alveolar ventilation. However, the permanence of individuals on invasive MV (IMV) can cause respiratory muscle weakness. In this context, many intensivists use anabolic therapy to protect the patient using IMV from the loss of strength and respiratory muscle mass. Thus facilitate the process of weaning from ventilatory support, the time or the time on IMV. Objectives: To verify using a systematic review or treatment with anabolic steroids in the use of IMV, to maintain the strength of the respiratory muscles and to improve outcomes such as time in IMV, days in the ICU, days in the ICU, days in the hospital and with low mortality rate. Also, make sure that the combination of anabolic and physical therapy is more effective than isolated treatments. Method: Studies were included in the randomized clinical trials (1), adults over 18 years old (2), both sexes (3), on IMV (4), use of anabolic therapy during IMV (5), articles in English, Portuguese or Spanish (6) and studies published until 2019 (7). Two researchers independently searched for articles in the following electronic databases: Medline, Lilacs, PEDro, Scielo, Scopus, Pubmed, Google Scholar, and Web of Science, as well as by tracking citations. The methodological quality of the studies that met the inclusion requirements was applied according to the PEDro scale. Results: 34 articles were found, 32 were excluded, 6 literature exams, 1 course conclusion work, 1 case study, 5 animal studies and 18 because they are not related to the title and summary verification objectives. Two articles were included and analyzed with patients on IMV and steroids. The findings suggested for the use of steroids during IMV has not been able to reduce the days in the IMV; the days of hospitalization in the ICU have not been modified, and no hospital has yet to reduce the mortality. It has not been described how to maintain the strength of the respiratory muscles. Also, physiotherapeutic treatment has not been demonstrated in any of the studies submitted to this review. Therefore, it was not possible to make a comparison between anabolic and physical therapy. Conclusion: This study's results do not show scientific evidence for the adoption of anabolic steroids in patients on IMV to improve outcomes such as reducing IMV time, ICU or hospital stay, and mortality. It was not possible to identify the effectiveness of anabolic steroids in terms of improvements in respiratory muscle strength due to the lack of description of these variables in the studies. However, there is a need for additional studies of high quality visualized or the small number of articles found, before the definitive results can be achieved.
URI: http://localhost:80/jspui/handle/123456789/464
Aparece nas coleções:TCC-Fisioterapia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC Jéssica Maranhas.pdf743.25 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.