Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://localhost:80/jspui/handle/123456789/390
Título: SÍNDROME DA ALIENAÇÃO PARENTAL VERSUS GUARDA COMPARTILHADA
Autor(es): Sornoqui, Mariana Rodrigues
Primeiro Orientador: Leite, Robson Soares
Palavras-chave: Alienação Parental;Lei 12.318/10;Guarda Compartilhada;Traumas
Data do documento: 30-Out-2019
Editor: Fundação Educacional de Lavras
Resumo: Introdução: O presente trabalho apresenta a Lei 12.318/2010 que trata da Alienação Parental, demonstrando como ocorrem, suas consequências, a diferença entre o abuso sexual e Alienação Parental e formas de coibi-la, e demonstrando a aplicabilidade da guarda compartilhada. Objetivo: É demonstrar como se ocorre a Alienação Parental, a partir da Lei 12.318/2010 que dispõe sobre, e uma possível forma de se evitar a Alienação Parental, que é a guarda compartilhada. Metodologia: A metodologia aplicada no presente trabalho foi a pesquisa bibliográfica, na sua forma explicativa, com uma abordagem qualitativa, em que foram analisados, artigos científicos, doutrinas, e leis, princípios abordados em nossa Constituição Federal de 1988. Resultados: Desde a Lei sancionada em 2010, de Alienação Parental, foi aberto um cenário de discussões e indagações de como se poderia obter êxito na aplicação da referida Lei. Pois bem, avaliando os modelos de guarda dos genitores, se observou o quão valiosa seria a aplicação da guarda compartilhada em casos de Alienação Parental, pois estando com seus genitores em tempo equilibrado não haveria tempo para se difamar a imagem do outro genitor. Conclusão: Enfim concluiu-se que a guarda compartilhada pode ser um caminho efetivo para impedir ou limitar os efeitos que a Síndrome de Alienação Parental pode desencadear nas vítimas, se aproximando genitor vítima e criança/adolescente alienado a construir novos laços afetivos.
abstract: Introduction: This paper presents Law 12.318 / 2010 that deals with Parental Alienation, demonstrating how its consequences occur, the difference between sexual abuse and Parental Alienation and ways to curb it, and demonstrating the applicability of shared custody. Objective: It is to demonstrate how occurs the Parental Alienation, from the Law 12.318 / 2010 that provides on, and a possible way to avoid Parental Alienation, which is the shared custody. Methodology: The methodology applied in the present work was the bibliographical research, in its explanatory form, with a qualitative approach, in which were analyzed, scientific articles, doctrines, and laws, principles addressed in our Federal Constitution of 1988. Results: Since the Law sanctioned in 2010 on Parental Alienation, a scenario was opened for discussions and questions about how the law could be successfully applied. Well, by evaluating the models of custody of parents, it was observed how valuable the application of shared custody would be in cases of Parental Alienation, because being with their parents in balanced time would not have time to defame the image of the other parent. Conclusion: Finally, it can be concluded that shared custody can be an effective way to prevent or limit the effects that Parental Alienation Syndrome can trigger on the victims, approaching the victim parent and alienated child / adolescent to build new affective bonds.
URI: http://localhost:80/jspui/handle/123456789/390
Aparece nas coleções:TCC-Direito

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC Mariana Rodrigues.pdf336.53 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.