Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://localhost:80/jspui/handle/123456789/250
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorCardoso, Júlia Furtado-
dc.date.accessioned2019-08-28T20:00:45Z-
dc.date.available2019-08-28T20:00:45Z-
dc.date.issued2019-06-26-
dc.identifier.urihttp://localhost:80/jspui/handle/123456789/250-
dc.description.abstractAtravés do método analítico, mediante revisão de literatura, este estudo buscará, utilizando-se de fontes imediatas e mediatas do direito, quais sejam, as leis, doutrinas e princípios, e especialmente sob a ótica constitucional, analisar a apuração dos crimes cibernéticos, trazendo a conceituação do direito a intimidade, a honra, a imagem, a vida privada como direitos da personalidade, a era digital, a conceituação dos crimes cibernéticos, e as espécies. Traz também a homologação de leis buscando resguardar esses direitos, porém essas normas apresentam brechas, dentre as opiniões dos doutrinadores apresentados. Há necessidade da criação de uma agravante nos crimes informáticos, ocupando-se de um instrumento favorável para o cometimento de condutas ilícitas.en_US
dc.language.isopt_BRen_US
dc.publisherFundação Educacional de Lavrasen_US
dc.subjectCrimes Cibernéticosen_US
dc.subjectDireito à Intimidadeen_US
dc.titleA APURAÇÃO DOS CRIMES CIBERNÉTICOS E O DIREITO À INTIMIDADEen_US
dc.typeMonographyen_US
dc.creator.advisor1Marques, Pedro Paulo Uchôa Fonsecaen_US
dc.publisher.countryBrasilen_US
dc.publisher.departmentFundação Educacional de Lavrasen_US
dc.publisher.initialsUnilavrasen_US
Aparece nas coleções:TCC-Direito

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC Julia Furtado.pdf303.21 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.